Entretenimento, Cultura e Lazer

Familiares de Tom Veiga negam intenção de exumar corpo do ator

Alessandra Veiga, a segunda esposa de Tom Veiga, veio a público após novas polêmicas envolvendo o nome da família surgirem nesta terça-feira (06), quando foi noticiado de forma massiva que parte da família do interprete do eterno Louro José teria a intenção de exumar o seu corpo por desconfiar que sua morte tenha sido decorrida de envenenamento. 

Além desta notícia, o ‘Extra’ ainda divulgou conversas com um suposto amigo de Tom que alegava que três dias antes de morrer ele teria revelado a intenção de tirar a sua ex-mulher do testamento, supostamente pedindo que este conhecido fosse com ele ao cartório. O intérprete de Louro José teria enviado áudios ao rapaz em 29 e 30 de outubro de 2020. 

Após toda a repercussão do caso pela imprensa nacional, Alessandra Veiga se pronunciou, negando que a família do ator tenha intenção de exumar o corpo do intérprete do Louro José por suspeita de envenenamento. Segundo ela, essa possibilidade nunca foi cogitada pelos familiares, que brigam com a última ex-mulher do artista, Cybelle Herminio da Costa Veiga, pela herança. 

++ Juliette usa discurso de Tiago para aconselhar Gil no ‘BBB21’: “Não é carta branca”

De acordo com informações do colunista Leo Dias, do jornal Metrópoles, pessoas próximas a Veiga afirmaram que havia um plano da família de pedir a exumação do corpo, o que foi negado por Alessandra. 

“Não sabemos que família é essa. Porque a nossa, com certeza, não é. Não sabemos de nada disso. Nem eu nem os filhos do Tom, muito menos os irmãos”, disse ela ao jornal Extra. 

Alessandra e Tom se casaram em 2006 e ficaram juntos até 2018. Em janeiro de 2020, o ator se casou com Cybelle, mas a relação chegou ao fim em outubro. Ele foi encontrado morto em sua casa aos 47 anos, em 1º de novembro de 2020, vítima de um AVC (acidente vascular cerebral). 

O nome de Cybelle ainda está no testamento do ator, e ela recebe uma pensão de cerca de R$ 18 mil. Ambos trocaram a união estável pelo casamento com divisão total de bens. Poucos dias depois, se separaram. 

Além da ex-mulher, os quatro filhos de Tom Veiga estão no testamento, que determina que 50% do patrimônio seja destinado à ex e 12,5% a cada um dos herdeiros naturais. Uma ação cível está sendo movida pelos filhos de Tom para provar judicialmente a indignidade de Cybelle como herdeira. Outra ação foi aberta para que Amanda, filha mais velha de Tom, seja a inventariante. Contudo, a ex também quer cuidar do espólio do ator. 

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.