Entretenimento, Cultura e Lazer

Demi Lovato relembra overdose em documentário: ‘Três derrames e um infarto’

O documentário será lançado em março. (Foto: Reprodução/YouTube)
O documentário será lançado em março. (Foto: Reprodução/YouTube)

Demi Lovato carrega algumas polêmicas em sua carreira e sempre falou sobre abertamente com os fãs sobre sua saúde mental e vícios. Em julho de 2018 a cantora preocupou os fãs ao sofrer uma overdose e após este período decidiu falar sobre o assunto em um documentário para o YouTube, o ‘Demi Lovato: Dancing With the Devil’ (Dançando com o Diabo, em livre tradução), que tem previsão para estrear no dia 23 de março. 

Demi sofreu uma overdose em julho de 2018 após misturar doses de oxicodona e fentanil, remédios utilizados para anular dores e descrito por especialistas como extremamente viciantes. 

“Fiquei com danos cerebrais e tenho de lidar com isso hoje. Eu não dirijo carro devido a pontos cegos na minha visão e tive muita dificuldade em ler”, disse Demi em um painel para apresentar a produção. “Tive três derrames, um ataque cardíaco e meus médicos dizendo que eu tinha de cinco a dez minutos [de vida]”, revelou. 

De acordo com a cantora, a ideia de produzir o documentário surgiu para esclarecer vários rumores falsos sobre seus problemas de saúde e a overdose que circulam a internet: “Nos últimos anos, ouvi algumas histórias sobre minha vida e sobre o que as pessoas acham que aconteceu. Eu queria esclarecer tudo”, defendeu. 

++ ‘Me arrependo de ter ficado tão próximo à Karol’, desabafa Nego Di após eliminação do ‘BBB 21’

Demi Lovato. (Foto: Instagram/@ddlovato)
Demi Lovato. (Foto: Instagram/@ddlovato)

Demi disse que foi atraída por Seasons, série documental sobre o astro Justin Bieber e produzida por Ratner. Segundo ela, o cantor foi descrito na produção como uma pessoa honesta e crua e ela também desejou isso.  

“Trata-se de responsabilidade. Uma das razões pelas quais estou apresentando minha história é para que eu não tenha que viver aquela vida novamente, eu estou me responsabilizando. Aprendi muito com meu passado”, defendeu Demi. 

“Fiquei sóbria por mais de seis anos. Aprendi muito com aquela jornada, vindo em frente e falando sobre minha história. Cada vez que compartilho algo com o público, fico responsável, o que é um grande motivo para eu estar fazendo isso”, finalizou. 

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.