Entretenimento, Cultura e Lazer

Flávia Alessandra fala de relação com filha Giulia: ‘Sou boa confidente’

A pandemia do novo coronavírus, o covid-19, alterou a rotina de atrizes e atores. No caso de Flávia Alessandra a interrupção dos trabalhos de “Salve-se Quem Puder” foi uma mudança. Mas os laços com as filhas Giulia, de 20 anos, e Olívia, de 9, só ficaram mais fortes.

++ Flávia Alessandra debocha de crítica de seguidor ao seu corpo

“Sempre fomos todos muito próximos, independentemente do corre-corre, da loucura da nossa vida. De algumas premissas eu não abro mão. A gente janta na mesa todo dia, cada um conta um pouco do que aconteceu. Mas claro que nunca vivi de forma tão intensa a casa e as minhas filhas como agora. Acho inclusive que a Giulia não aguenta mais a gente. Ela está com 20 anos, fazendo faculdade, com carteira de motorista, com carro, podendo começar a voar. Para ela é mais difícil do que para a Olívia, que ama ficar colada na gente. É lógico que ela também está com saudade da vida, dos amigos e da escola, mas são visões de mundo diferentes. A gente sempre teve um canal de confiança e troca. Até onde sei, ela me conta tudo. As amigas contam também. Eu sou uma boa confidente”, revelou a atriz para a coluna de Patrícia Kogut, do jornal “O Globo”.

A atriz se dedica a projetos sociais junto com o marido, Otaviano Costa. Ela também aproveita o período de isolamento para mudanças na decoração da casa. E a forma física?

“Só o Fabio Porchat conseguiu emagrecer, todo mundo engordou. É normal. Faz parte dessa montanha-russa de emoções que estamos vivendo. Aqui em casa, um pega no pé do outro. É o nosso combinado. Não tem problema, não. Com a minha idade, sobremesa é gelatina. Giulia fala para mim: “Mãe, isso é um meme. Gelatina não pode ser sobremesa”. E eu respondo: “Calma, depois que você passar dos 40, vai entender”. Mas o principal é a gente sair dessa com a mente sã”, revelou.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS