Entretenimento, Cultura e Lazer

Após deixar a UTI, Cauan fala sobre mudanças internas e faz desabafo emocionante: “Eu não amava nem meus filhos direito”

O cantor Cauan Máximo, da dupla com Cleber, deixou a UTI após mais de uma semana internado em estado grave com Covid-19. Ainda no hospital em recuperação, o cantor participou do programa ‘Encontro com Fátima’ nesta terça-feira (25) e fez um desabafo emocionante sobre tudo o que passou.

++ Roda Viva terá Ana Maria Braga, Serginho Groisman e Boni para celebrar aniversário da TV brasileira

O sertanejo, que ficou com 75% do pulmão, declarou que já tinha sintomas da doença, mas demorou a procurar ajuda: “Já sabia que se fosse [para o hospital], ia ter que ficar internado.”

O cantor citou que sentiu medo durante a internação, mas afirmou que precisou passar por essa experiência, para que pudesse se transformar por dentro: “Tive dois momentos muito difíceis, que fiquei com muito medo. Não sei nem explicar o que sentia naquele momento. Pensava que se morresse era mais vantagem. Deus me deu muita força. Veio uma força interior dentro de mim e veio mudando. Deus curou muita coisa. (…) Maior do que a cura física foi essa cura que aconteceu dentro der mim. Agradeço a Deus por tudo isso que passei. Acho que eu precisava passar por isso.”

“Eu era uma pessoa muito ansiosa, inquieto, tinha déficit de atenção, muitos problemas. Viver na UTI esse período sem poder nem me mexer, nem tomar banho, isso seria impossível, mas eu consegui. Comecei a ser outra pessoa, comecei a melhorar, mesmo os exames não comprovando isso.”, contou.

“Teve uma hora que eu achei que eu não tinha mais saída. É até estranho falar isso, mas eu preferia morrer. Me deu uma coisa muito ruim e passou. Depois disso eu comecei a mudar. Maior do que a cura física, foi essa cura que aconteceu dentro de mim. Toda hora agradeço a Deus”, disse.

Bastante emocionando, o cantor agradeceu às pessoas que cuidaram dele: “Queria agradecer as pessoas que estavam orando por mim, cuidando de mim, e eu não mereço uma coisa dessas.. tanto de coisa ruim que eu já fiz, todo mundo né? Ninguém é perfeito, mas essas pessoas cuidando de mim como se estivessem cuidando dos filhos”, disse.

“Antes da doença eu estava buscando uma mudança interior. Mudar a arrogância, algumas coisas que a gente tinha. Eu era muito insensato. Tem um vídeo que eu brinco com a doença, eu não me cuidava muito. Meus pais e meu irmão sempre me advertiam mas eu não ouvia”, contou.

“Mas eu estava procurando uma mudança na minha vida e esse momento na UTI Deus não falou comigo não, ele gritou. Eu não amava nem meus filhos direito, agora que eu sei o que é o amor pelo próximo, pelas pessoas, pela minha família. Até pelos meus filhos, eu nem amava eles, agora que eu to amando com sinceridade. É chato falar isso né? Tenho dois filhos, duas crianças abençoadas e até poucos dias antes de internar eu pedi perdão pra mãe do meu filho, a Dani, pelo tanto que eu deixei de fazer minha parte, de cuidar, de tudo. Ainda não falei com a mãe da Duda, mas vou aproveitar a oportunidade e falar sobre as vezes que não compareci como pai. Até com meus pais, tive a oportunidade de conversar com ele já também.”, disse, muito emocionado.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS