Entretenimento, Cultura e Lazer

Felipe Neto explica polêmica com vídeos

Nesta segunda-feira (29), o influenciador Felipe Neto reafirmou uma promessa antiga: a de não produzir mais vídeos impróprios para crianças. Youtuber há quase dez anos, em boa parte de sua carreira ele produziu conteúdo sem se preocupar com a faixa etária. Mas os tempos mudaram.

++ Antônia Fontenelle sobe o tom e se nega a deletar posts

“A única arma daqueles que querem me atacar ou atacar ao meu irmão é resgatar vídeos do passado. É sempre a mesma história, a gente já lida com isso há anos e já está mais do que acostumado com essa estratégia baixa, sem caráter. Sempre que alguém quer mostrar que, de alguma forma, a gente faria conteúdo impróprio. Eles nunca pegam conteúdo do presente, feitos de dois anos para cá. São sempre vídeos do passado”, explicou.

Recentemente, Felipe e o irmão Lucas Neto abriram um processo contra Antônia Fontenelle. O motivo foi justamente porque a apresentadora do “Na Lata” divulgou um vídeo em que usa cenas antigas do canal dos dois irmãos. Vale lembrar, porém, que mesmo os vídeos antigos dos dois estão listados como “impróprios para menores”, tornando possível que pais filtrem o conteúdo e evitem que crianças assistam.

“Os vídeos têm classificação indicativa de idade para as pessoas assistirem. Eu sou, talvez, o único youtuber no mundo que coloca classificação indicativa de idade no título do vídeo todas as vezes que tem qualquer coisa que eu considere que o vídeo não é próprio para menores de 12 anos. Esse é um compromisso que eu vou continuar tendo sempre”, explicou.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.