Entretenimento, Cultura e Lazer

Gagliasso e Gio Ewbank pedem R$180 mil a Day McCarthy por danos morais por ofensas racistas a Titi

Em novembro de 2017, a socialite Day McCarthy cometeu ofensas racistas contra a pequena Titi, de seis anos. Desde então os pais da criança, Bruno Gagliasso e Gio Ewbank, registraram queixa na Delegacia de Repressão aos Crimes da Internet (DRCI) e agora pedem uma indenização de R$180 mil. A ação corre no nome do casal e da filha nas esferas criminal e cível.

++ Titi desenha em porta e diverte Gagliasso e Giovanna Ewbank: “Artista plástica igual ao tio”

Na esfera criminal, Day responde pelo crime de injúria racial e o caso foi encaminhado para o Ministério Publico sem avanços. Já na cível, a ação corre normalmente nesses três anos, porém, a justiça não encontrou a ré em nenhum endereço fixo para ser notificada ou apresentar a defesa. Ou seja, foi entendido que ela está fugindo da Justiça para não ter que responder pelo processo.

Com isso, ela será citada em um edital público e pode ser julgada à revelia. O valor da indenização é de R$ 60 mil para cada um dos autores, totalizando R$180 mil. Day já era conhecida por se envolver em outras polêmicas com polêmicas com famosos como Anitta e Thaila Ayala. Day possui endereço fixo em Copacabana, no Rio, mas vive em Las Vegas, nos EUA.

Esta semana, ela publicou no Instagram uma mensagem em que diz ter se arrependido dos insultos. Você acha que ela pode estar arrependida?

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.