Entretenimento, Cultura e Lazer

Advogado de Rose responde acusações de irmã de Gugu

Após Aparecida Liberato, irmã e responsável pelo espólio de Gugu, contestar judicialmente a opção das filhas do apresentador em escolher uma advogada para analisar o inventário, o advogado Nelson Willians resolveu responder. Ele cuida da ação de Rose Miriam di Matteo, viúva do comunicador, e negou que ela tenha interferido nas opções das gêmeas Marina e Sofia.

++ Alessandra Scatena critica notícias envolvendo Gugu

Em nota enviada nesta terça (12), ao site “Noticias da TV”, Nelson Willians rebateu as acusações de Aparecida e levantou a hipótese de que ela se preocupa apenas com seus filhos, sobrinhos de Gugu, e não com João Augusto, Marina e Sofia, que são os filhos do apresentador com Rose. “O fato de as filhas gêmeas de Gugu Liberato contratarem novos advogados não deveria representar problema para Aparecida Liberado, caso ela não tivesse interesse no inventário. O papel dela, como inventariante, é de apenas administrar os bens do espólio em favor dos herdeiros”.

As filhas de Gugu estariam interessadas em saber o destino de obras de arte e outros imóveis do apresentador. Confira a nota de Willians na íntegra:

“Esse é mais um episódio lamentável protagonizado por Aparecida Liberato. Agora ela se volta contra as herdeiras, que buscam na Justiça o legítimo direito de obter informações sobre o inventário e os bens do apresentador, inclusive os que estavam na casa dele.

O fato de as filhas gêmeas de Gugu Liberato contratarem novos advogados não deveria representar problema para Aparecida Liberado, caso ela não tivesse interesse no inventário. O papel dela, como inventariante, é de apenas administrar os bens do espólio em favor dos herdeiros. Mas conforme anotado pelos advogados das gêmeas e publicado em recente reportagem, parece que os únicos herdeiros que Aparecida defende são seus filhos, não os de Gugu.

E, ao invés de dar explicações a quem de fato tem direito, ela prefere agredir as herdeiras por constituírem novos advogados e, principalmente, a mãe delas, Rose Miriam.

A viúva não teve qualquer tipo de influência na decisão das herdeiras. Se dependesse da vontade dela, todos os seus filhos estariam com o mesmo patrono que ela.

Mas como mãe zelosa, ela não foi contra, e respeitou a decisão das gêmeas em contratar um terceiro escritório. Da mesma forma que respeitou a vontade de seu filho João Augusto em ter o mesmo patrono que a inventariante. Rose Miriam é por eles, não contra eles, como parece ser a inventariante Aparecida Liberato. Na falta de transparência das ações da inventariante, as gêmeas têm todo o direito de questioná-la judicialmente.

E sobre esse aspecto, elas têm todo o apoio da mãe. Da mesma forma que Rose busca na Justiça o reconhecimento da união estável com Gugu Liberato, ela entende ser legítimo que as filhas busquem valer os seus direitos.”

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS