Entretenimento, Cultura e Lazer

‘Não acredito que Prior desconhecia os fatos’, diz especialista em linguagem não verbal

As acusações contra Prior de ter estuprado duas mulheres e da tentativa de violar uma terceira caíram como uma bomba na web, e foi o assunto mais repercutido da web. Os casos teriam acontecido entre 2014 e 2018 nos jogos universitários da ‘InterFAU‘.  

A web começou a especular se os fatos apresentados seriam verídicos, e uns saíram em defesa do brother, enquanto outros demonstraram apoio as supostas vítimas. Por conta de todas as especulações, o youtuber Ricardo Ventura, conhecido por ser especialista em linguagem não verbal e mestre em persuasão e linguagem silenciosa, analisou a linguagem corporal de Felipe Prior ao se defender, e declarar inocência em um vídeo publicado nas suas redes sociais na noite desta sexta-feira (3). 

++ Babu detona Daniel para Marcela: ‘Veio focado em você’

“Aqui é vida real. Aqui não é ‘BBB’, não é mundo fantástico do Boninho. Aqui é vida real e estamos falando de pessoas e por isso tomem cuidado de irem para as redes e ficaram torcendo para que o Prior seja inocente ou culpado. Quem vai fazer isso é Justiça. Esse é o meu parecer pessoal que não vale nada, mesmo eu tendo acertado inúmeras vezes O que vale é a Justiça”, começou Ricardo famoso pela canal ‘Não minta pra mim’. Ele inumera o caso de Patrícia Lelis, que em 2016 acusou Marco Feliciano de estupro, e Najila Trindade do caso Neymar no ano passado. “Eu falei que nos dois casos não tinha acontecido estupros e a Justiça foi lá e confirmou.” 

“Quando ele fala que desconhece os fatos, quando ele diz que nunca praticou algo violento no âmbito sexual, eu não acredito muito. Nesse ponto que ele diz que nunca fez algo violento e desconhecia os fatos, eu não acredito. Só que vale não é a opinião de Ricardo Ventura. É Justiça. Eu não acredito que ele não conhecia as meninas, que não conhecia os fatos e que não houve algum tipo de violência.” 

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.