Entretenimento, Cultura e Lazer

Ex-BBBs contam como é sair de um confinamento e entrar em outro

Em edições anteriores, os ex-BBBs aproveitavam a súbita fama em diversas festas, eventos e a liberdade de poder ir e vir sem ter câmeras 24 horas por dia, entretanto, tudo mudou com a pandemia  do coronavírus, e, em 2020, os brothers saíram de um confinamento, para outro.

Tudo mudou desde que eles foram confinados em janeiro, e por causa da pandemia do novo coronavírus, os participantes saíram de um confinamento para se isolarem em suas casas — e o contato com o mundo tem sido apenas virtual.

Em entrevista ao UOL, alguns dos brothers revelaram quais eram seus planos pós-confinamento, mas que não puderam realizar por conta do isolamento social.

Daniel, por exemplo, eliminado ainda em março com uma alto nível de rejeição popular, revelou que gostaria de ter mais contato com a natureza após o confinamento do ‘BBB20’, mas que neste momento não é possível: “O que eu gostaria de ter feito e ainda não fiz, com certeza, é ficar perto da natureza. Lá dentro, já sentia muita falta disso. Aqui fora, gostaria de viajar, ir para o interior, ver mato, animais. Essa será uma das primeiras coisas que farei quando tudo passar”.

Já Gabi Martins, eliminada no início de abril, ressaltou que está conseguindo passar mais tempo com os seus familiares, que era uma de suas metas, mas que sente saudades das amigas: “Sinto falta de sair com as minhas amigas, encontrá-las em boates e barzinhos”. A loira emendou que mesmo com o confinamento, seus planos profissionais estão a todo vapor: “Gostaria de gravar um DVD logo depois do ‘Big Brother’, mas a gente já planejou fazer um EP em casa, que será lançado em breve”.

O modelo Guilherme, affair de Gabi durante o confinamento, foi eliminado pouco antes do confinamento ter início no Brasil, e conseguiu aproveitar um pouco a fama: “Foi bem difícil. Eu cheguei a ter contato com as pessoas durante uma semana, logo depois começou o isolamento social. Gostaria de ter feito alguns trabalhos, algumas campanhas que foram adiadas, ter mais contato com os fãs e viajado para fora do país”.

++ Rafa Kalimann rebate acusações de ser ‘marmita de sertanejo’: ‘Fiquei porque quis’

Eliminada nesta reta final, Ivy disse ao UOL estar achando esta situação difícil: “Saí de um confinamento, entrei em um outro. Estava morrendo de saudades da minha família, dos meus amigos. Não consegui ver 1/3 da minha família ainda, que é bem grande. Ninguém foi me visitar por causa disso”, lamentou, ressaltando que só está saindo para assuntos extremamente necessários: “Só saio de casa toda equipada com máscara, álcool em gel para resolver questões de banco ou algum trabalho bem específico mesmo. Fora isso, é 100% confinada com minha mãe, meu filho, meus irmãos”.

Já Marcela, eliminada no início de abril, revelou que estranhou a situação ao sair da casa mais vigiada do Brasil: “Não poder ir para a rua, conhecer as pessoas, conversar, rever meus amigos —isso tudo foi bem esquisito. Aqui fora, apesar de ser um confinamento, a gente tem acesso à informação, internet, é um pouco menos pior do que ficar completamente isolada”. A loira acrescentou que gostaria de ter ido a praia e visto os seus amigos após o confinamento.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.