Entretenimento, Cultura e Lazer

Sem a Globo, Stênio Garcia viverá com aposentadoria de R$ 5 mil: “Difícil”

Depois de fazer um vídeo apelando para que Globo mantivessem o seu emprego, Stênio Garcia já recebeu a notícia da decisão final da emissora. Ao UOL, o ator, de 88 anos, relatou que não terá o contrato renovado e receberá seu último salário da emissora ao final deste mês.

Apreensivo com a situação, o ator teme o futuro, e não sabe como fará para pagar as suas contas a partir de abril sem o contrato com a emissora: “As outras fontes de rendas extras são muito pequenas e esporádicas. A minha aposentadoria é em torno de R$ 5 mil. Sem o salário é difícil viver, porque ajudo minha família também. Tenho filhos, sobrinhos e parentes, que dependem de mim, e mesmo que eu pare de ajudar a todos, não dá para viver com esta renda. Os meus medicamentos mensais já custam mais ou menos o valor da minha aposentadoria”, calcula.

Há 47 anos na emissora, o ator conta com 60 novelas no seu currículo, e sua última aparição em uma das tramas da emissora foi como Dom Bartolomeu, o inquisidor da Cália, em Deus Salve o Rei (2018). Ao UOL, Stênio ressaltou que nunca imaginou não fazer mais parte da globo: “Estou na Globo desde 1973. Claro que durante este período recebi inúmeras propostas de outros canais, mas nunca pensei em sair da emissora. É nela que eu tenho todo meu entendimento com amigos, profissionais e colegas de trabalho. Era a minha segunda casa”, lamenta.

++ Stênio Garcia é desligado da Globo

O ator ainda ressaltou que o único dinheiro guardado que tinha ele perdeu ao investir em um empreendimento imobiliário no Rio de Janeiro, com um prejuízo de R$ 159 mil. Hoje, o ator vive em um sítio com a mulher, Marilene Saade, de 51 anos, no Camorim, na zona oeste carioca.

“Nós não temos luxo aqui. Privilégio para gente é colher fruta do pé e respirar um ar mais puro longe dos grandes centros”, ressalta Marilene, que diz se preocupar com o momento em que eles perderem o plano de saúde pago pela Globo, já que a ela tem uma saúde debilitada, por conta de uma síndrome da angústia respiratória aguda (SARA), tanto que ela chegou a ficar em coma em 2017.

“O Stênio tem direito por mais alguns meses, mas o meu plano de saúde corta de imediato. Eu implorei para deixarem ficar mais um pouco, principalmente com essa pandemia de coronavírus, porque pertenço ao grupo de risco, mas não manterão”, revela Marilene.

A atriz ainda ressaltou ao UOL que por conta do desligamento, ficou abalado e doente, tanto que está gripado há 10 dias, depressivo e com um desnorteamento, segundo ela: “Acabaram com meu marido. E agora? O que eu faço? E o meu plano de saúde? Como vamos pagar as contas? Sinceramente, não sei. Mas por ele, movo terra e céu”, desabafa Marilene.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.