Entretenimento, Cultura e Lazer

Anitta, Preta Gil, Lázaro Ramos e outros famosos manifestas apoio à Cacau Protásio após ataques racistas

Amigos famosos de Cacau Protásio têm manifestado apoio à atriz após ela sofrer ataques racistas nas redes sociais.

++ Cacau Protásio desabafa sobre depressão: “Queria desaparecer”

 

Na tarde desta quarta-feira (27), Cacau usou suas redes sociais para explicar a situação e desabar em relação ao triste episódio de racismo sofrido. “Ele espalhou um vídeo me xingando de negra, gorda, filha da puta e aquela cambada de viado. Racismo é crime se ele não sabe. Isso é muito triste. Não sei pra que tanto ódio”, falou a humorista.

Diversos famosos têm deixado recados nas publicações da atriz em sua defesa. Anitta disse: “Ô minha amiga fica triste por causa de um bando de ignorante não. Você tão inteligente tão talentosa. Tão do bem. Vá atrás de seus direitos mas não fique triste pq eles não merecem. Te amo muitao”.

Mônica Martelli disse: “Vc é maravilhosa!!”. “Cacau, meu total apoio a vc! O ódio deixa as pessoas orgulhosas do que há de pior em si. Estamos juntas, @cacauprotasiooficial. Todo o meu carinho pra vc!”, comentou Patrícia Pillar. “Meu amor! Talentosa amiga querida! Que me ensinou a rezar o terço ! Mulher de fé e força! Luz pura! Vc é inspiração pura”, escreveu Tata Werneck.

“Fique bem meu amor!! Muita luz pra vc. Coragem ❤️”, disse Fabiula Nascimento. Lázaro Ramos também mandou seu apoio para Cacau: “Você é amada e tem luz. Te amo, admiro e respeito.”, escreveu. “Cacau amorzão você é uma genuína inspiração de talento, amor, beleza e profissionalismo”, disse Ícaro Silva.

“Meu amor, seu talento e alegria são um farol, iluminam as pessoas de bem ao redor. Tão intensa que faz o mal esbravejar. A via de ataque é sempre a covardia e preconceito. Entendo o seu momento de decepção mas sua missão é maior, levar alegria para os lugares dominados pelos haters. Eles são muitos mas nós somos mais. Te amo, conta com o meu ombrinho aqui ♥️”, escreveu Luis Lobianco em uma das publicações de Cacau.

“Vc traz alegria para o público, tem um talento enooooorme! Força minha querida @cacauprotasiooficial abraçaço cheio de amor”, disse Mariana Ximenes. Cleo Pires comentou: “Mulher maravilhosa. Errados tão eles. ♥️”. “Cacau amada , estou com o coração doente em te ver assim !! Queria mesmo era te abraçar !!! Não da pra pedir que você seja forte porque sei como dói , mas saiba mesmo que vc não está só todos nós que te amamos estamos com você !!! Racistas não passarão to com você é não abro”, disse Preta Gil.

Entenda o que aconteceu

Cacau e mais quatro bailarinos sofreram ataques racistas e homofóbicos de bombeiros. O caso aconteceu após as gravações do filme Juntos e Enrolados, no Quartel-Central do Corpo de Bombeiros, no Centro do Rio, no último final de semana.

Um sargento que estava nos bastidores gravou um vídeo da representação dos artistas, dizendo as seguintes ofensas: “Olha a vergonha no pátio do quartel central. Essa mulher do Vai que Cola, aquela gorda, colocou a farda e botou os dançarinos viados com roupa de bombeiro. Isso é um esculacho, rapaz. Qual é a desse comandante? Vai deixar uma p… dessas no pátio do quartel?”. O registro, divulgado pelo colunista Leo Dias, do Uol, foi enviado a um grupo de Whatsapp.

Um outro profissional do corpo de bombeiros também proferiu ofensas racistas e homofóbicas no mesmo grupo de conversa. ”Vergonhoso. Mete aquela gorda, preta, numa farda de bombeiro, uma bucha de canhão daquela, com um monte de bailarino viado, quebrando até o chão. Vão achar que é o que? Bombeiro? Aquilo é tudo viado. Lamentável”, disse.