Entretenimento, Cultura e Lazer

Sabrina Petraglia apresenta Gael e revela: “Quase perdi meu filho no parto”

Sabrina Petraglia é a capa da revista QUEM deste mês. Em entrevista, a atriz falou sobre os momentos de tensão que viveu durante o parto do primeiro filho, Gael.

++ Sabrina Petraglia celebra alta do filho recém-nascido da UTI: “Renascemos”

A atriz aproveitou a entrevista para apresentar o filho Gael, que completou 2 meses de via no dia 1 de julho.

https://www.instagram.com/p/Bz0eqP5HsKm/

Após o nascimento, o pequeno precisou passar 19 dias internado na UTI. Durante esse período difícil, Sabrina acompanhou histórias de outras mães. “Isso me fortaleceu, mas também me nocauteou. Vi três bebês partirem e outros tantos chegarem (…) O Gael só começou a evoluir de verdade depois que veio para o meu peito”, afirmou.

A atriz contou que o bebê nasceu de 34 semanas, ou seja, antes do previsto, e que foi tudo muito preocupante. “Tive que fazer uma cesárea de emergência. O batimento cardíaco dele começou a cair e ele não teria forças para aguentar um parto normal, como eu tinha planejado. Gael chegou mostrando que a gente não tem controle de nada, que a gente não escolhe nada e que não tem essa de tudo ser como a gente idealiza, como a gente quer”, disse.

Sabrina contou em detalhes como foi o parto do pequeno Gael, que segundos após seu nascimento precisou ir direto para a UTI. “Foi uma correria. Minha ginecologista é antroposófica. A gente tinha uma preparação para fazer um parto humanizado, um parto lindo… E foi um parto lindo, mesmo com toda a urgência. A luz baixa, a música que eu tinha escolhido, um respeito absoluto em relação a conversas na sala de cirurgia, o Ramón ao meu lado, a doula presente. Consegui que minha doula estivesse comigo, foi ela quem me acompanhou durante toda a gestação. Gael nasceu e aí entrou um estado de atenção. Ele nasceu e veio direto pro meu colo. Senti que alguma coisa não estava bem e tiraram ele de mim. A pediatra da equipe percebeu que ele deu uma desmaiadinha e falou: “Vou ter que levá-lo”. Falei pro Ramón ir atrás deles. Aí, o bebê foi levado para a UTI”.

Sabrina relatou como foi viver a experiência de ser uma mãe de UTI durante 19 dias: “Quase perdi meu filho no parto e isso foi sério. Eu estava entregue, não tinha controle de nada. Simplesmente respirei e falei “sabedoria para viver este momento”. Foi diferente daquilo tudo o que se imagina. Você pensa em ter o parto, subir para o quarto, receber visitas, aquela coisa linda… Aí, de repente, você desce para a UTI, que é outro mundo”, disse.

“Ao chegar na UTI, me dei conta que ninguém havia me preparado para aquilo. Você até sabe que existe uma UTI de criança, mas você não está preparado para entrar lá com seu primeiro filho. De repente, você olha aquelas mães… Mais tarde, você está no banco de leite ordenhando. É todo um processo: lava a mão, passa o álcool gel, põe a máscara, prende o cabelo, põe a touca…”, contou.

“Você vê uma fila de mulheres ordenhando seus leites porque seus filhos não podem mamar diretamente no seu peito, eles se alimentam por sonda… Outro mundo se abre. Você pensa estar em um pesadelo. Aí, todo mundo se une. Você conhece a história de outras mães, outras realidades… Quando o Gael melhorava, não tinha nem coragem de comemorar porque, no dia anterior, tínhamos perdido um bebê que estava ali na UTI. Foi uma das experiências mais difíceis, delicadas e lindas que vivi. É difícil de falar”, contou Sabrina.

A atriz é casada com o engenheiro chileno Ramón Velázquez desde 2018. Durante a gestação Sabrina compartilhou detalhes da experiência com os fãs e mostrou detalhes do quarto e do chá de bebê de Gael.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS