Entretenimento, Cultura e Lazer

Monique Evans declara: “Não sou mais evangélica, estavam me cobrando demais”

Monique Evans já defendeu muitas opiniões polêmicas e contraditórias em sua carreira artística mas ninguém pode dizer que a musa não é autêntica.

Em busca de sua espiritualidade, Monique teve muitas idas e vindas à igrejas diferentes durante os últimos cinco anos, desde quando começou a namorar a DJ Cacá Werneck.

Nesta sexta-feira (14), Monique comentou com jornalista e amigo Leo Dias que atualmente não se considera mais evangélica e justifica que sofreu muito preconceito por seu relacionamento homoafetivo, e por isso preferiu definitivamente se afastar: “Só tenho Deus no coração agora. Estavam me cobrando demais só porque eu namoro uma mulher.”

Esta semana, Monique e sua namorada estiveram presentes na festa de lançamento do reality show “Alto Leblon – Garotas do Rio”, do canal E!, para prestigiar Bárbara Evans, que é uma das participantes. O programa estreia no dia 1 de agosto. Apesar da desistência em frequentar os cultos evangélicos, Monique conta que tem enfrentado menos comentários maldosos nas redes sociais, mas que eles sempre são de pessoas religiosas. “De 100 comentários, apenas uns 3 são com algo idiota. Melhorou muito. Mas mesmo assim quando comentam são aqueles ‘crentes’. Eles perguntam: ‘Ué, você não é protestante?’. Aí, me cobram demais, sabe?”, desabafa a ex-modelo.

Cacá também comentou sobre a pressão que sofreram pela igreja no namoro e diz que ela e Monique foram ‘massacradas’. “Quando nós nos assumimos a igreja massacrou a gente. Por sermos duas mulheres o julgamento foi imenso. Mas tudo bem, só faz a gente ter cada vez mais força, mais vontade de encarar. O amor supera”, ressalta a DJ.

Outra desabafo de Monique Evans durante o evento foi com relação a um ‘mundo mais careta’. A ex-modelo diz que acha surreal não poder nem mais expor mamilos em redes sociais. “O mundo tá realmente careta. Hoje em dia não pode mais nem colocar mamilo de fora no Facebook. Isso é surreal. Eu na praia, no Carnaval, nas revistas, até na Vogue, e não posso postar essas fotos”, disse ela. Monique conclui: “Estamos vivendo um momento muito estranho. Tá rolando muita cobrança por tudo. Cada um tem seu jeito de amar, mas o mundo não aceita.”