Entretenimento, Cultura e Lazer

Em entrevista, Regina Duarte desabafa sobre política: “Sou chamada de fascista”

Nesta quarta-feira (29), Regina Duarte participou do programa “Conversa com Bial” e falou sobre diversos assuntos.

++ Regina Duarte faz post com duras críticas ao PT e é confrontada por Patrícia Pillar

Na entrevista, Regina Duarte comentou a repercussão de seu polêmico posicionamento político ao apoiar o presidente Jair Bolsonaro. “Em 2002 fui chamada da terrorista e hoje sou chamada de fascista, olha que intolerância? E eu achando que vivia em uma democracia, onde eu tenho o direito de pensar de acordo com o que eu quero”.

Em seguida, a atriz pediu tolerância: “Eu respeito todo mundo que pensa diferente de mim. Não saio xingando as pessoas por aí”.

Sincera, ela ainda afirmou não ser feminista: “Eu nunca me declarei uma feminista, mesmo fazendo a série ‘Malu Mulher’. Eu não acho que as coisas são por aí, acredito que há caminhos intermediários. (…) Embora eu tenha tido atitudes de vanguarda, eu fui e continuo conservadora”.

Durante as eleições de 2018, Regina Duarte chamou a atenção pelo seu intenso engajamento. Por defender as propostas de Bolsonaro, ela foi criticada e brigou com algumas celebridades, como José de Abreu e Patrícia Pillar.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS