Entretenimento, Cultura e Lazer

Sophie Turner revela dificuldade em trabalhar com o diretor de “X-Men”

Os bastidores de Hollywood não são tão fáceis. Sophie Turner revelou problemas com o diretor Bryan Singer, acusado de estupro e assédio.

++ Novo clipe de Jonas Brothers tem participação das esposas do trio

Em entrevista à revista “Rolling Stone”, Sophie Turner, que interpreta Jean Grey na saga “X-Men”, contou detalhes sobre esta convivência. “Trabalhar com ele, como Rami disse, foi desagradável. Quando você chega em Hollywood, você acha que tudo vai ser um sonho, e então você percebe que precisa ser estrategista com tudo. E pessoas como Harvey Weinstein são como Joffrey ou Ramsay. Ou pior, um Caminhante Branco”, disse fazendo alusão aos personagens da série “Game Of Thrones”.

Além disso, a atriz citou Rami Malek, ganhador do Oscar, que assegurou desconforto ao trabalhar com ele em “Bohemian Rapsody”.

Bryan foi acusado por quatro homens de terem sido assediados por ele nos anos de 1990. Por isso, o profissional foi afastado das gravações do longa sobre a vida de Freddie Mercury.

Sophie Turner foi dirigida por Singer no novo filme “X-Men: Fênix Negra”. A produção deve estrear em 2019.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para maisnotícias do JETSS