Entretenimento, Cultura e Lazer

Sátiras de Marcelo Adnet aos candidatos geram diferentes reações

Durante as eleições, as sátiras de Marcelo Adnet aos candidatos fizeram muito sucesso na internet. O ator comentou a repercussão dos vídeos.

++ Marcelo Adnet revela que foi atacado por eleitores de Bolsonaro

Entretanto, as sátiras de Marcelo Adnet aos candidatos teriam gerado ameaças pelas redes sociais, conforme contou o humorista no “Conversa com Bial”. “Tive retorno de todo o tipo: tem gente que adorou, odiou, me ameaçou de morte, de beijo…”, disse.

Ele ainda revelou que, em setembro, um áudio criticando Jair Bolsonaro teria sido atribuído a sua voz: “Ouvi o áudio e falei: ‘não compartilhem isso, pois é falso. A notícia correu, alguém fez um meme, botou minha cara, aí os comentários dessas postagens eram: ‘vou te dar um tiro de 12’, vou te bater, te pegar’. Nós sabemos que a maioria são palavras ao vento, mas ainda dá medo”.

Sobre o momento político brasileiro, Adnet comentou: “Um clima muito ruim para a democracia, pois não podemos exercer nossa profissão com tranquilidade. Humor dá problema, né?”.

O ator falou sobre as dificuldades para pegar os trejeitos dos imitados: “Tive que assisti-los muito para imitar. Três deles eu gravei no susto, sem pensar muito: Ciro Gomes, Bolsonaro e Eduardo Paes (candidato a governador do Rio de Janeiro”.

Mesmo assim, as sátiras de Marcelo Adnet aos candidatos agradaram alguns: “Foi muito bom para mim. Ciro e Marina Silva replicaram em suas redes. Os mais difíceis foram Fernando Haddad, que é contido, neutro, e Cabo Daciolo, que é um personagem pronto. O mais fácil foi o Álvaro Dias, não entendo o que ele fala”.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS