Entretenimento, Cultura e Lazer

Alinne Moraes conta que conheceu o pai aos 22 anos: “Ligou pra Globo”

Aconteceu na última terça-feira (11) no Rio, o evento de lançamento da próxima novela das seis, Espelho da Vida, responsável por substituir Orgulho e Paixão na Globo. Alinne Moraes, que dará vida a uma vilã, falou sobre sua vida pessoal em entrevista para a imprensa.

“Todo ser humano tem coisas boas e ruins. Depende do que você potencializa. É que nem ciúmes: tem gente que acha que um pouquinho de ciúmes é positivo e eu não acho. O que você alimenta, aumenta: seja ciúmes, corcunda, barriga, raiva, amor….”, contou Alinne.

“Eu tenho coisas ruins em mim, mas não quero. Eu as conheço, fiz seis anos de terapia e sei que todos nós temos, mas faço carinho nelas. E acho que o vilão, não. Ele gosta de trabalhar com as coisas negativas, se sente nutrido por elas. Então, o jeito é trabalhar com essas ferramentas, com as piores qualidades, e eu empresto para a personagem”, continuou a atriz.

++ Evento de lançamento de ‘Espelho da Vida’ reúne elenco, direção e autora no Rio

FASE CIUMENTA

Alinne Moraes confessou que já esteve em relacionamentos com homens ciumentos:  “Quando eu tinha 19, 20 anos, eu tive muitos namorados que eram ciumentos. E, por causa deles, eu me tornei ciumenta. E isso não tirava meu melhor, não estava me fazendo uma pessoa melhor. Terminei simplesmente pelo fato de sentir ciúmes. Não gosto de ciúmes nem em mim, nem no outro. Não gosto de insegurança.”

ENCONTRO COM O PAI AOS 22 ANOS

Ela ainda fez revelações sobre seu pai: “Ele ligou pra TV Globo pra me conhecer aos 22 anos. Fui conhecê-lo e tudo mais. Poderia não tê-lo conhecido, porque ele nunca foi atrás de mim. Eu poderia ter ido por um caminho e fui por outro. Isso que me fez atriz, me colocar no lugar dos outros, ver a dificuldade do outro”.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS