More

    BBB 22: Enquete indica porcentagens de quem sai no quarto paredão; confira

    Data:

    Bárbara Heck não deve conseguir passar ilesa por seu primeiro paredão no BBB 22. Veteranos em berlindas, Natália Deodato e Arthur Aguiar não aparecem ameaçados pela audiência do programa, segundo indicam as porcentagens da votação na enquete. 

    Na parcial do Notícias da TV, que conta com mais de 227 mil votos até a publicação deste texto, a modelo gaúcha está com 80,91%. A segunda colocada é a designer de unhas, com apenas 13,89%, e o ex-Malhação é o menos ameaçado, com 5,20%. 

    Já na enquete do UOL a diferença é um pouco menor, mas Bárbara continua disparada na rejeição: 73,76% do público quer ela fora, enquanto 16,02% optam pela eliminação de Natália. Arthur é o menos ameaçado, com 10,22%. O questionário já registrou mais de 147 mil participações. 

    A enquete do BBB 22 não tem resultado científico, apenas retrata uma tendência de parte dos telespectadores. O resultado oficial é o obtido pelos votos no site oficial da Globo e será conhecido no programa ao vivo desta terça-feira (15). 

    ++ Viih Tube brinca sobre Discórdia: “Natália tomou mais banho do que tomei na minha edição”

    Votação parcial BBB 22 

    Bárbara está longe de ser a mais rejeitada da história do Big Brother Brasil –Karol Conká é a líder desse ranking, com 99,17%. No entanto, a gaúcha pode ficar como a menos querida da temporada, posto atualmente ocupado por Naiara Azevedo, que deixou o jogo na semana passada, com 57,77%. 

    No domingo (13), a amiga de Laís Caldas explicou por que merecia continuar na disputa por R$ 1,5 milhão. “Eu quero muito estar aqui e eu acho que me doo de verdade. Eu erro e acerto e sinto tudo que o jogo oferece. Quero jogar e aprender mais. Peço muito que me deem essa chance. Prometo que não vão se arrepender”, vendeu ela. 

    Natália também fez seu discurso: “Tive muitos acertos e também erros, pois sou ser humano. Quero muito permanecer. Vim para cá com muitos sonhos e quero me doar nesse jogo. Não tenho medo de falar o que penso. Se precisar movimentar o jogo, eu vou me movimentar. Estou aqui para viver isso até o último minuto”. 

    Em seu segundo paredão seguido, Arthur disse estar sozinho no jogo e apelou para o público. “Acho que as pessoas sabem o quanto passo a semana inteira tentando ganhar alguma coisa ou bolando estratégia para não ir ao paredão. Infelizmente não foi possível. Quero muito ficar e amo isso aqui, amo jogar. Eu disse que jogava sozinho, mas o público joga junto comigo”, falou. 

    Não deixe de curtir nossa página   no  Facebook  e também  no  Instagram  para mais  notícias  do JETSS. 

    Mais Recentes