Entretenimento, Cultura e Lazer

Karol Conká sobre ‘BBB 21’: “Se pudesse voltar, teria entrado com tratamento psiquiátrico”

Eliminada com 99,17% de rejeição do Big Brother Brasil 21, Karol Conká fez uma autocrítica sobre a sua trajetória no reality. Neste domingo (28), a agora ex-sister relembrou as polêmicas em que se envolveu no ‘BBB 21’ e explicou alguns de seus comportamentos ao participar do ‘Domingão do Faustão’ e do ‘Fantástico’. 

“De tombadeira, fui tombada. Tenho essa noção e tenho força suficiente para reconhecer isso, assim como tenho força para recomeçar, entender e melhorar esse meu lado. As pessoas ficaram: ‘Ah, por que ela fala tanto de ter se desequilibrado?’. Acontece, quem nunca se desequilibrou, falou uma besteira?”, disse no Domingão do Faustão. 

“Eu ainda não sei o que eu fui fazer lá dentro, o que eu fiz da minha vida. Tive uma crise de ansiedade, um distúrbio, dá para perceber, estava bem diferente do que eu já apresentava aqui fora, as pessoas que trabalham comigo também não me reconheceram”, defendeu 

++ BBB 21: Viih Tube para Carla Diaz: “Você está se fazendo de sonsa”

Faustão então questionou se a cantora teve ajuda profissional para chegar a esta conclusão e ela negou: “Na verdade, eu cheguei nessa conclusão lá dentro da casa. Estava me sentindo muito amarga, eu estava pedindo diversas vezes para sair, me sentindo muito mal, com muito remorso e fui me afundando na amargura e fui descontando meu transtorno, minha frustração em todo mundo que estava ali”, explicou. 

Karol admite erros no ‘BBB’

Logo após exibir uma entrevista antiga em que Karol se dizia briguenta, Faustão exaltou a personalidade da cantora, ponderou sobre julgamentos de quem não conhece a história dela, mas disse que nada justifica a postura agressiva dela dentro do “BBB”. 

“Não tem justificativa, eu achei péssimo assistindo daqui, lá dentro da casa eu já estava tendo essa noção, que minhas atitudes não estavam legais. Eu realmente não consegui me controlar. O que eu conseguia controlar lá dentro eram as minhas lágrimas de vez em quando. Às vezes eu chorava escondido, eu me sentia mal, amarga e nada justifica eu pedir perdão para pessoas que eu ofendi, no dia seguinte”, declarou. 

A cantora continuou defendendo que a sua participação no ‘BBB’ foi apenas uma pequena fase de sua carreira e não pode ser reduzida a este período apenas: “Não posso me permitir me reduzir a 30 dias em uma casa isolada, onde meu transtorno obsessivo compulsivo por arrumação acabou aflorando lá e eu tentando esconder isso de alguma forma eu acabei me entregando a um lado mais amargo e foi isso que vocês acabaram vendo.” 

“Estou muito arrependida e sinto muito remorso, sim, mas da mesma forma que o público repudiou a minha atitude dentro da casa, sendo áspera, eu acho que eles não poderiam ser tão ásperos assim. Pessoas que falam de empatia, pessoas que postam na internet #empatia e acabam fazendo linchamento em cima de uma pessoa que nem sabia direito o que estava fazendo dentro da casa”, defendeu. 

A rapper fez questão de frisar que não estava se posicionando como vítima, mas que gostaria de se explicar, defendendo que a eliminação foi importante para a sua mudança: “Fico extremamente chateada, envergonhada ao ver imagens do que fiz lá dentro. Mas tenho pessoas que me acolhem. Se eu pudesse voltar no tempo, teria entrado com um tratamento psiquiátrico antes, porque é nítido que a pessoa está transtornada ali. O meu semblante é outro ali”, lamentou, ressaltando em seguida que não se considera cancelada porque tem uma carreira consolidada e que já foi retomada. 

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.