Entretenimento, Cultura e Lazer

4 em cada 10 pessoas acreditam que a tecnologia já prejudicou seus relacionamentos, aponta pesquisa

Quatro em cada dez pessoas da América do Sul acreditam que o uso da tecnologia já prejudicou seus relacionamentos, revelou a nova pesquisa da Getty Images. O estudo também aponta que, ao usar mídias sociais, 47% dos entrevistados da região geralmente sentem que suas vidas não são tão boas quanto as de outras pessoas.

++ 4 ideias de presentes para iluminar o Dia das Mães de acordo com cada personalidade

O estudo Visual GPS foi realizado pela Getty Images em parceria com a YouGov, empresa de pesquisa de mercado global, e realizada com mais de 10 mil consumidores e profissionais, sendo 1.555 da América do Sul. Foram abordados temas como tecnologia, sustentabilidade e bem-estar para oferecer insights que ajudam clientes da empresa em suas estratégias.

Esse número aumenta nas gerações mais jovens dos sul-americanos, mostra o relatório denominado “Visual GPS”. Por conta dessas e outras consequências, a atenção para a quantidade de tempo gasto em mídias sociais cresce. Ainda segundo a pesquisa, 35% dos respondentes da América do Sul dizem usar dispositivos de tecnologia para se lembrar de desconectar e diminuir o tempo de utilização.

“Vivemos em um mundo cada vez mais visual. Ter uma imagem, vídeo ou ilustração perfeita pode significar a diferença entre conectar-se ao seu público ou simplesmente ser ignorado”, disse Ken Mainardis, vice-presidente sênior de conteúdo da Getty Images.

Bem-estar

Nas perguntas relacionadas ao bem-estar, a pesquisa aponta que os sul-americanos mostram foco em cuidar de si próprios mentalmente e procurar maneiras de celebrar os bons acontecimentos da vida. As duas categorias registraram 94%. Achar importante falar sobre saúde mental obteve o mesmo número.

As atividades preferidas para manter o bem-estar, segundo dados do Visual GPS, são reunir-se com amigos e familiares (78%), praticar esportes ou exercícios (64%) e comer de forma saudável (58%). Já nos fatores que mais irritam os moradores da região estão falta de honestidade (59%), falta de igualdade (53%) e falta de paz e de preocupação com o meio ambiente, ambos com 45%.

Realidade

Em outra categoria da pesquisa, realismo, os sul-americanos registraram 84% de participação em causas que promovem mudanças, enquanto 57% fizeram um post em prol de uma causa em redes sociais e 53% fizeram uma doação financeira para uma causa.

Dois em cada dez na região boicotaram uma marca que foi contra os seus valores, e 39% disseram que passaram a comprar produtos de uma marca que apoia uma causa em que acreditam.

Em outra descoberta dessa categoria, oito em cada dez sul-americanos querem saber o que se passa nos bastidores do processo de criação de um produto, um número maior do que as outras quatro regiões pesquisadas.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS