Entretenimento, Cultura e Lazer

Estudo revela que mães deixam seus empregos com quatro vezes mais frequência que pais

 

 

Um estudo feito pela Catho, site brasileiro de classificados de empregos, mostrou que o número de mulheres que deixam o emprego depois de se tornarem mães é muito superior ao número de homens que deixam seus cargos ao virarem pais.

++ Como se comportar e se destacar no trabalho?

Cerca de 30% das mães entrevistas revelaram que deixaram o emprego após a chegada dos filhos. Já a porcentagem de homens que deixaram seus cargos depois da paternidade é de apenas 7%. O levantamento não considera o período de licença-maternidade, que dura quatro meses nas empresas privadas e 6 meses caso a companhia participe do Programa Empresa Cidadã, e nem a licença-paternidade, que dura cinco dias, estendida para 20 dias no caso do Programa Empresa Cidadã.

Outra questão que aparece no estudo é a demora na recolocação. Das mães que saíram do mercado de trabalho para cuidar dos filhos, a minoria conseguiu voltar rapidamente. A pesquisa da Catho mostrou que 91% das mulheres voltaram depois de seis meses ou nem conseguiram retornaram. Apenas 8% das mulheres conseguiram voltar ao trabalho em menos de seis meses. Já com os homens, 33% conseguiram se recolocar em menos de 180 dias.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS