Entretenimento, Cultura e Lazer

Zezé di Camargo dá declarações controvérsias sobre política: “Não vivíamos numa ditadura, vivíamos num militarismo vigiado”

25

Zezé di Camargo deu declarações controvérsias em entrevista a Leda Nagle. No canal do YouTube da atriz, o cantor da dupla com Luciano, falou sobre a política brasileira.

++ Meses após o fim da briga, Wanessa Camargo homenageia Zezé Di Camargo em seu aniversário

Em um vídeo publicado na noite de segunda-feira (11), com o título “Zezé di Camargo: militarismo vigiado para o Brasil sair da crise”, o cantor deu opiniões polêmicas sobre o período da ditadura militar no país (1964 a 1985). “Eu vou falar um absurdo aqui para você, as pessoas vão me criticar, jornalistas vão falar de mim, achar que sou um maluco. (…) Muita gente confunde militarismo com ditadura, todo mundo fala ‘nós vivíamos numa ditadura’. Nós não vivíamos numa ditadura, nós vivíamos num militarismo vigiado”, comentou.

Ele chegou a minimizar a violência que ocorreu durante o regime militar. “Mas não chegou a ser tão sangrenta, tão violenta, como a gente vive até hoje, no mundo de hoje. Não dá pra acreditar que muita gente ainda acredita que uma ditadura vai dar certo. Mas eu acho, eu acredito, as pessoas vão me achar maluco, não quero isso jamais pro Brasil, mas eu imagino que o Brasil hoje precisaria passar por uma depuração”, falou.

Zezé finalizou dizendo que é politizado e que já foi chamado para se candidatar a cargos políticos, pois as pessoas se impressionam com o seu conhecimento a respeito do assunto. Entretanto, o cantor recusou, prefere exercer seu direito como cidadão.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS

Loading...