Entretenimento, Cultura e Lazer

Marcos Harter pode ser preso mesmo que Emilly negue que tenha sido agredida, revela delegada

0 58

Acusado de agredir Emilly Araújo, a campeã do “BBB 17”, durante o confinamento, Marcos Harter pode estar prestes a ter que cumprir um tempo de prisão. Mesmo que a gaúcha negue tais agressões, a investigação continua normalmente.

Em entrevista ao programa “Fofocalizando”, do SBT, na tarde desta terça-feira, 18, Viviane Costa, delegada titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, admitiu que ainda está analisando as imagens recebidas do reality show e os depoimentos de Marcos e Emilly. “Os depoimentos foram tomados em sede policial. Tanto da Emilly quanto do Marcos. Eu estou analisando os dois depoimentos e aguardando o laudo pericial. Estou analisando as imagens e logo logo o inquérito vai estar concluído”, revelou.

++ Pai de Emilly fala sobre Marcos: ‘Quero ele longe da minha filha’

Segundo a delegada, mesmo que Emilly negue as acusações, Marcos ainda pode ser preso. “Na violência doméstica, é normal a vítima não se reconhecer como vítima. Se o crime de lesão corporal for constatado pelo laudo pericial, ele independe da vontade da vítima”, explicou.

Ao final, questionada sobre o período de prisão que o médico poderá pegar caso as acusações sejam concluídas, Viviane foi enfática: “A pena de lesão corporal em violência doméstica, que é do artigo 129 parágrafo 9°, é de até três anos de prisão”.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS

Loading...