Alwaleed bin Talal processa Forbes por subestimar sua fortuna – O príncipe saudita processou a revista por difamação alegando que a avaliação de sua fortuna ficou US$ 9,6 bilhões abaixo do valor real.

 

O bilionário e príncipe saudita Alwaleed Talal abriu um processo de difamação contra a revista Forbes por considerar que o tradicional ranking da publicação subestimou em US$ 9,6 bilhões a sua fortuna, aponta o jornal espanhol El Mundo. 

Em março passado, a revista colocou o príncipe na 26ª posição na lista das pessoas mais ricas do planeta, com uma fortuna de US$ 20 bilhões. 

No entanto, o príncipe saudita, que possui ações de muitas empresas, tem insistido que o valor de seus ativos chega a US$ 30 bilhões.

Alwaleed apresentou na Alta Corte de Londres um processo por difamação contra o editor da revista, Randall Lane, e dois jornalistas em 30 de abril, de acordo com alguns documentos legais a que o jornal afirma ter tido acesso.

Alwaleed tem participações no Citigroup, News Corp e Apple, entre outras companhias. Ele também teria participação em hotéis de luxo como o Plaza, em Nova York, o Savoy, em Londres, e o George V, em Paris.

“O processo do príncipe seria justamente o tipo de turismo de difamação que tenta refrear a lei da reforma de difamação aprovada recentemente no Reino Unido”, acrescentou a Forbes, apostando que “o Tribunal Superior de Londres estará de acordo” com a posição.






Sem comentários

Escreva um comentário
Ainda sem comentários Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será exibido
Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias