Entretenimento, Cultura e Lazer

Ronaldo Fraga traz refugiados a desfile no SPFW

0 88

Sob o tema “Re-existência”, as peças criadas por Ronaldo Fraga – último estilista a se apresentar no primeiro dia de desfiles do SPFW, nesta segunda (25) – têm inspiração num dos temas mais discutidos atualmente, que é a situação dos refugiados.

Além de criticar a intolerância dos países europeus que querem virar as costas para refugiados e imigrantes, Ronaldo também criticou a intolerância das diferenças aqui no Brasil. “Vivemos um momento de muita intolerância aqui e em todo o mundo”, disse momentos antes de mostrar sua coleção no SPFW.

Pensando nisso, o criador mineiro trouxe para a passarela refugiados de países africanos para desfilar. Seis modelos entraram com roupas claras manchadas de sangue e toucas de crochê cobrindo o rosto. Atrás, a palavra ‘Refugee’ impressa. Depois, sentaram sob um foco de luz até o primeiro modelo-refugiado entrar com um conjunto de calça e paletó de linho amassado. Em seguida, levantaram e se retiraram para dar vez ao desfile com peças inspiradas em países como Moçambique, Angola e Síria. Além dos refugiados, homens e mulheres, a transexual amazonense Camila Ribeiro e as modelos de sempre desfilaram a coleção de Ronaldo, todos juntos e misturados.

A beleza também não podia ser diferente. Inspirada nos cabelos das meninas moçambicanas, Marcos Costa, responsável pela beleza do desfile, criou um penteado com tranças elaboradas, feitas com estruturas de cabelos e também nos fios das modelos. Já o make foi leve com uma pele bem natural.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS

Loading...