“Underneath We Are Women”: Uma quebra de padrões usando a fotografia

  • Ensaio “Underneath We Are Women” (Foto: Amy D. Herrmann)

  • Ensaio “Underneath We Are Women” (Foto: Amy D. Herrmann)

  • Ensaio “Underneath We Are Women” (Foto: Amy D. Herrmann)

  • Ensaio “Underneath We Are Women” (Foto: Amy D. Herrmann)

  • Ensaio “Underneath We Are Women” (Foto: Amy D. Herrmann)

  • Ensaio “Underneath We Are Women” (Foto: Amy D. Herrmann)

  • Ensaio “Underneath We Are Women” (Foto: Amy D. Herrmann)

  • Ensaio “Underneath We Are Women” (Foto: Amy D. Herrmann)

  • Ensaio “Underneath We Are Women” (Foto: Amy D. Herrmann)

  • Ensaio “Underneath We Are Women” (Foto: Amy D. Herrmann)

Ensaio “Underneath We Are Women” (Foto: Amy D. Herrmann)

O padrão de beleza divulgado pela mídia é, muitas vezes, inalcançável e isso causa inúmeros problemas de auto estima em mulheres. Pensando em tentar deixar as outras mais confortáveis na própria pele, a fotógrafa australiana Amy D. Herrmann iniciou um projeto denominado “Underneath We Are Women” (“Sob a Pele somos Mulheres”, em tradução livre).

“Eu queria criar um projeto sobre a diversidade dos corpos das mulheres e sobre as histórias por trás dessas pessoas. Passamos tempo demais pensando sobre os aspectos negativos de nós mesmos e é hora de mudar isso. É hora de parar de enxergar a confiança de uma mulher em si mesma como arrogância e parar de tratar a auto depreciação como uma espécie de modéstia”, disse ela ao “The Huffington Post”.

++ Tops viram “bonecas reais” para a Vogue Paris

O projeto conta com 100 mulheres com idades entre 19 e 73 anos que são fotografadas sem o uso de qualquer retoque. Dentre elas há uma mulher trans, uma sobrevivente de câncer de mama, um casal de lésbicas com um filho, entre outras.

O principal objetivo do projeto, de acordo com sua idealizadora, é dar voz a mulheres que geralmente são estereotipadas. “A menina gorda que precisa de academia. A menina magra que precisa comer mais. A mulher com deficiência que precisa de simpatia. A menina bonita que está sempre feliz. Estas são simplesmente respostas pré-programadas criadas por nós e para nós para atender um maior ideal da sociedade para o que é considerado aceitável e “normal”, mas o que você realmente sabe sobre estas pessoas?”, explicou à publicação.

Confira o ensaio.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS


Tags assigned to this article:
arte





Sem comentários

Escreva um comentário
Ainda sem comentários Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será exibido
Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias