13 Casais de filmes que não se davam bem nos bastidores

  • Quando gravaram o sucesso “Kramer vs. Kramer”, a relação de Dustin Hoffman e Meryl Streep, assim como seus personagens no filme, não era das melhores. O fato da atriz ter alterado algumas falas suas na película irritou o ator que chegou a dizer: “Eu odiei a coragem dela. Sim, odiei a coragem dela, mas eu respeitei”. Ele, anos após, explicou o motivo da raiva em relação à colega durante as filmagens, ele estava passando por um divórcio. “Tenho certeza que estava descarregando nela algumas coisas que estava sentindo sobre a esposa de quem eu estava me separando”, disse (Foto: Reprodução)

  • Sharon Stone e Billy Baldwin atuaram juntos no filme “Invasão de Privacidade” de 1993. Porém, a relação dos dois chegou a um limite nos bastidores, pois, acredita-se que a atriz não colocou muita fé no sucesso do filme e, por isso, zombava constantemente do parceiro de cena. Em um momento, durante a gravação de um beijo, ela mordeu sua língua tão forte que ele teria ficado uma semana sem falar (Foto: Reprodução)

  • “Adoro Problemas” foi uma comédia romântica, porém a relação de seus protagonistas Julia Roberts e Nick Nolte estava longe de ser romântica ou cômica. Em certa ocasião a atriz se referiu ao colega como “um ser humano desprezível”. Ele devolveu na mesma moeda dizendo que “ela não é uma pessoa legal” (Foto: Reprodução)

  • A cena final de dança de “Dirty Dancing: Ritmo Quente” de 1987 ficou eternizada por Patrick Swayze e Jennifer Grey, porém, nos bastidores, o clima não era tão amoroso. O ator, que havia trabalhado com Jennifer em “Amanhecer Violento” três anos antes teve que implorar para que ela aceitasse o papel ao seu lado já que o primeiro contato dos dois não havia sido dos melhores. Porém, ele logo se arrependeu. Após a gravação do filme ele chegou a dizer que a atriz era era “imatura” e, por causa dela, “algumas cenas precisavam ser filmadas de novo, de novo e de novo”. Além de que admitiu que ela tinha dificuldade em aceitar críticas: “Nós tivemos atritos… Ela me parecia muito emocional, derramando lágrimas sempre que alguém a criticava” (Foto: Reprodução)

  • Após atuarem juntos em “Diário de uma Paixão”, Rachel McAdams e Ryan Gosling engataram em um romance. Porém, nos bastidores da gravação o clima estava longe de ser de amor. O ator teria pedido ao diretor Nick Cassavetes que substituisse a parceira, o que criou um mal estar generalizado por trás das câmeras (Foto: Reprodução)

  • Durante as gravações de “007 – O Amanhã Nunca Morre”, ninguém sabia mas Teri Hatcher estava grávida. Por essa razão, ela acabava se atrasando para muitas cenas por conta de se sentir enjoada. Por não saber do motivo da atriz, Pierce Brosnan acabou se irritando com a colega como admitiu anos após: “Eu fiquei muito nervoso com ela, porque eu ficava esperando por horas. Eu tenho que admitir que disse algumas palavras mal educadas para ela” (Foto: Reprodução)

  • Apesar de atuarem em uma das histórias mais românticas de todos os tempos, “Romeu + Julieta”, Claire Danes e Leonardo DiCaprio não se bicavam nos bastidores do filme. Ela, que tinha 18 anos na época, chegou a chamar Leo, então com 22, de “imaturo” e, anos mais tarde, teria se recusado a atuar ao lado dele em “J. Edgar” (Foto: Reprodução)

  • Bruce Willis e Cybill Shepherd protagonizaram as três temporadas do seriado “A Gata e o Rato”, porém, nos bastidores, eles não conseguiam se dar bem. Em entrevista, a atriz chegou a dizer: “Chegou em um ponto que nós percebemos que brigávamos antes de todas as cenas. E, então, ficamos ‘ok, vamos ter uma pequena briga antes de uma briga de verdade’” (Foto: Reprodução)

  • Antes de atuarem juntos em “Quanto mais Quente Melhor”, Tony Curtis e Marylin Monroe já haviam se relacionado, porém, segundo o ator, sua colega estava muito mudada nas gravações do filme. “Ela não era mais divertida, estava distraída”, disse ele e ainda criticou arduamente a cena do beijo no iate: “Foi horrível. Ela quase me matou, colocando a língua em minha traqueia”. “Foi como beijar o Hitler”, chegou a dizer ele (Foto: Reprodução)

  • Por vezes nem os atores mais experientes conseguem passar por cima de rixas com colegas, Anthony Hopkins e Shirley MacLaine que o digam. Quando atuaram juntos no longa “Amantes em Família” de 1980, Hopkins não se dava nada bem com a atriz e chegou a dizer: “Ela é a atriz mais irrante com quem eu trabalhei”. Além dele, o diretor da película, “Os Abutres tem Fome” que também foi protagonizado por ela, Don Siegel, também destilou veneno contra Shirley dizendo: “Ela é a atriz mais irrante com quem eu trabalhei” (Foto: Reprodução)

  • Não se tem certeza se os boatos de que Shannen Doherty e Jason Lee não se davam nada bem nos bastidores de “Barrados no Shopping” de 1995. Porém, a atriz tem fama de não ser muito amiga de quem contracena com ela, Alyssa Milano que o diga. Durante seus tempos de “Charmed”, a atriz chegou a dizer que teve “dias difíceis” trabalhando com Shannen (Foto: Reprodução)

  • Dizem as más línguas que Reese Witherspoon não conseguia olhar nos olhos de Vince Vaughn nas gravações de “Surpresas do Amor”, em 2008, isso porque ele fazia o estilo engraçadão e ela é mais séria. Mais para frente, a atriz tentou desmentir esses boatos dizendo: “Nós éramos bons amigos e bons parceiros enquanto estávamos gravando o filme” (Foto: Reprodução)

  • BÔNUS: Não foi um filme, mas Anne Hathaway e James Franco comandaram a 83ª edição do Oscar, em 2011, considerada por muitos críticos especializados uma das piores de todos os tempos. Porém, a relação deles fora do palco também não estava nada boa. O ator chegou a chamar a colega de “demônio da Tasmânia” e a rixa só teve fim quando Anne mandou um email a James pedindo para que ele parasse de falar dela e da cerimônia do Oscar (Foto: Reprodução)

Quando gravaram o sucesso “Kramer vs. Kramer”, a relação de Dustin Hoffman e Meryl Streep, assim como seus personagens no filme, não era das melhores. O fato da atriz ter alterado algumas falas suas na película irritou o ator que chegou a dizer: “Eu odiei a coragem dela. Sim, odiei a coragem dela, mas eu respeitei”. Ele, anos após, explicou o motivo da raiva em relação à colega durante as filmagens, ele estava passando por um divórcio. “Tenho certeza que estava descarregando nela algumas coisas que estava sentindo sobre a esposa de quem eu estava me separando”, disse (Foto: Reprodução)

Sabemos que, por vezes, trabalhar com alguém pode ser uma tarefa difícil, às vezes não por conta do trabalho que é designado e sim pelo temperamento da pessoa. Como dizem, “o santo não bater” é algo que complica a vida de muitas pessoas de diferentes empregos e isso não é exceção no mundo do cinema.

++ As 13 maiores inimizades dos famosos 

Pensando nisso, o JETSS trouxe uma lista de 13 casais de filmes que não se davam nada bem nos bastidores, apesar de isso ser imperceptível na película final.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS







Sem comentários

Escreva um comentário
Ainda sem comentários Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será exibido
Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias