Sul-coreano é condenado a pagar multa de R$ 140 mil por fazer ioga em avião

O fato ocorreu em um avião da United Airlines (Foto: Divulgação)

O fato ocorreu em um avião da United Airlines (Foto: Divulgação)

Um sul-coreano, chamado Hyongtae Pae teve que pagar uma multa de mais de R$ 140 mil à companhia aérea United Airlines por interromper um voo entre o Havaí e o Japão, em março deste ano.

Logo após o avião decolar, o homem saiu de seu assento e foi até o fundo da aeronave para realizar uma sessão de ioga e meditar.

Como é proibido tal ato, os comissários de bordo impediram a ação afirmando que isso era inapropriado para um voo. No entanto, o sul-coreano, de mais de 70 anos, reagiu à negativa de forma agressiva, xingando os profissionais e ameaçando alguns passageiros de morte.

++ As 5 principais cidades de casinos do mundo

Ele também teria empurrado sua esposa que o acompanhava na viagem para celebrar os 40 anos de casamento, que tentava acalmá-lo, e mordido dois homens que tentaram detê-lo.

A confusão dentro do avião foi tão grande que o piloto teve que retornar ao aeroporto de Honululu e, assim que a aeronave pousou na cidade norte-americana, Pae foi preso.

Ao final de seu processo, ele terá que pagar uma multa avaliada em cerca de US$ 44 mil para cobrir os prejuízos causados pela interrupção do voo.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS


Tags assigned to this article:
Viagem





Sem comentários

Escreva um comentário
Ainda sem comentários Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será exibido
Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias