OSCAR 2016 | ” Spotlight – Segredos Revelados” é o grande vencedor do 88º Oscar

  • O elenco de Spotlight – Segredos Revelados, o vencedor do Oscar de Melhor Filme (Foto: Divulgação)

  • O vencedor do Oscar de Melhor Ator, Leonardo DiCaprio por “O Regresso” (Foto: AP)

  • Alejandro G. Iñarritu vencedor do Oscar de Melhor Diretor (Foto: AP)

  • A vencedora do Oscar de Melhor Atriz, Brie Larson por “O Quarto de Jack” (Foto: AP)

O elenco de Spotlight – Segredos Revelados, o vencedor do Oscar de Melhor Filme (Foto: Divulgação)

Com espirituosa apresentação do comediante Chris Rock, que fez questão de salientar – em tom de piada é claro – a questão racial que foi tão criticada no prêmio desse ano, com falas como: “se a escolha do apresentação fosse por nomeação como os outros prêmios eu (que é negro) nem estaria aqui”, o 88º Oscar  teve como grande vencedor o filme “Spotlight- Segredos Revelados” que conta a história de um grupo de jornalistas investigativos norte americanos que passam a investigar casos de abuso sexual de menores de idade por membros da Igreja, Melhor Diretor Alejandro G. Iñarritu por “O Regresso”, Melhor Atriz Brie Larson por “O Quarto de Jack” e Melhor Ator – finalmente após outras 5 indicações – Leonardo DiCaprio por “O Regresso “.

++ Os melhores e piores looks do Oscar 2016

O recordista de premiações deste ano ficou com Mad Max que venceu seis prêmios, em sua maioria técnicos, como Melhor Mixagem de Som, Melhor Edição e Melhor Figurino.

Melhor Filme: “Spotlight – Segredos Revelados” – Michael Sugar, Steve Golin, Nicole Rocklin e Blye Pagan Faust

Melhor Diretor: Alejandro G. Iñarritu, “O Regresso”

Melhor Ator: Leonardo DiCaprio, “O Regresso”

Melhor Atriz: Brie Larson, “O Quarto de Jack”

Melhor Ator Coadjuvante: Mark Rylance, “Ponte de Espiões”

Melhor Atriz Coadjuvante: Alicia Vikander, “Garota Dinamarquesa”

Melhor Roteiro Original: Josh Singer e Tom McCarthy, “Spotlight – Segredos Revelados”

Melhor Roteiro Adaptado: Charles Randolph e Adam McKay, “A Grande Aposta”

Melhor Animação: Pete Docter e Jonas Rivera, “Divertidamente”

Melhor Filme Estrangeiro: László Nemes, “O Filho de Saul” (Hungria)

Melhor Documentário: Asif Kapadia e James Gay-Rees, “Amy”

Melhor Edição: Margaret Sixel, “Mad Max”

Melhor Fotografia: Emmanuel Lubezki, “O Regresso”

Melhor Desenho de Produção: Colin Gibson e Lisa Thompson, “Mad Max”

Melhores Efeitos Visuais: Andrew Whutehurst, Paul Norris, Mark Ardington e Sara Bennett, “Ex-Machina”

Melhor Edição de Som: Mark Mangini e David White, “Mad Max”

Melhor Mixagem de Som: Chris Jenkins, Gregg Rudloff e Ben Osmo, “Mad Max”

Melhor Figurino: Jenny Beavan, “Mad Max”

Melhor Cabelo e Maquiagem: Lesley Vanderwalt, Elka Wardega e Damian Martin, “Mad Max”

Melhor Trilha Sonora: Ennio Morricone, “Os Cinco Odiados”

Melhor Canção Original: Jimmy Napes e Sam Smith, “007 Contra Spectre”

Melhor Curta-Metragem: Benjamin Cleary e Serena Armitage, “Stutterer”

Melhor Curta-Metragem de Animação: Gabriel Osorio e Pato Escala, “História de um Urso”

Melhor Curta-Metragem de Documentário: Sharmeen Obaid-Chinoy, “A Girl in the River: The Price of Forgiveness”






Últimas notícias