OSCAR 2016 | Chris Rock faz monólogo sobre a questão racial do 88º Oscar

Chris Rock já havia apresentado o prêmio em 2005 (Foto: Getty Images)

Chris Rock já havia apresentado o prêmio em 2005 (Foto: Getty Images)

“Estou aqui no Academy Awards – também conhecido como o “People’s Choice Awards Branco” – começou dizendo o apresentador do Oscar, Chris Rock, no palco do Kodak Theater, em Los Angeles, EUA, na noite desse domingo (28).

Após criticas duras pelo fato de não haver quase nenhum negro indicado a nenhum prêmio deste ano, o apresentador utilizou seu tradicional monólogo inicial para comentar tais críticas. “Cara, eu contei 15 pessoas negras nessa montagem”, começou o comediante após a apresentação com uma montagem de diferentes filmes lançados nesse ano e continuou: “se eles nomeassem apresentadores eu nunca teria esse emprego. Estaria assistindo Neil Patrick Harris agora”.

O comediante também brincou: “as pessoas me falaram para boicotar, me disseram que eu deveria me demitir. Mas por quê só pessoas desempregadas dizem para a gente se demitir? O que eu não preciso é perder outro emprego para Kevin Hart (na plateia)”.

Mais a frente ele falou seriamente com a Academia: “nós queremos uma oportunidade, queremos atores negros tendo as mesmas oportunidades. Não apenas uma. Leo (DiCaprio) ganha papeis bons todo ano. E Jamie Foxx?”, mas também ironizou: “Jamie Foxx é um dos melhores atores do mundo. Jamie Foxx foi tão bom em ‘Ray’ que eles foram ao hospital para desligar as máquinas do verdadeiro Ray Charles”.

Ele, um pouco após, ironizou os protestos dessa questão. “A falta de indicação para negros já aconteceu 71 outras vezes. Aconteceu nos anos 1950, 1960. Acho que não haviam negros indicados em 1962, 1963 e ninguém protestou. Tínhamos coisas verdadeiras para protestar nessa época. Estávamos mais  preocupados em sermos assaltados, linchados do que com o cinema”.






Últimas notícias